window.dataLayer = window.dataLayer || []; function gtag(){dataLayer.push(arguments);} gtag('js', new Date()); gtag('config', 'UA-112455398-2');

sábado, 15 de julho de 2017

Lição 8. 20/08/2017 DEPRESSÃO, UM MAL DO NOSSO TEMPO

tEXtO dO dia
SÍNtESE

"Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem-presente na angústia."
A depressão é uma doença que aflige os crentes e não crentes. Já foi considerada o mal do século.  


Agenda de leitura
Segunda - Sl 44.25
O abatimento da alma

Quinta - Jó 3.3
O desprezo pela vida em meio ao sofrimento
Terça - Mt 11.28
O convite de Jesus aos cansados e oprimidos
Sexta - Jó 19.25,26
A confiança em Deus em meio à dor
Quarta - Sl 91.1
Deus, nosso refúgio em meio à dor
Sábado - Sl 125.1
A confiança em Deus

Objetivos
o   MOSTRAR  o que é a depressão, seus sintomas e tratamento;
o   EXPLICAR a respeito da psicoterapia aplicada por Deus por ocasião da depressão do profeta Elias;
o   APRESENTAR alguns cuidados que nos ajudam evitar a depressão.
Interação
Professor, um dos objetivos da próxima lição diz respeito à análise da influência do hedonismo na atualidade. Você pode propor que os alunos se reúnam para fazer um debate na residência de um deles, durante a semana ou no sábado, dividindo a classe em dois grupos, quando analisarão a cosmovisão hedonista nos movimentos sociais, na mídia, filmes, nas políticas públicas, etc. Se possível, promova um lanche nessa programação. Lembre-se, caro docente, que nas escolas e universidades o assunto hedonismo geralmente não é chamado assim, mas aparece com outros nomes "politicamente corretos"; por isso, é imprescindível sua participação nessa atividade, a fim de esclarecer os contornos dessa filosofia perniciosa.                
Orientação Pedagógica
Professor, para iniciar a lição pergunte aos alunos se eles já ouviram a seguinte expressão: "Estou morrendo de tristeza." De fato, há tristeza que pode levar à morte! Isso é muito sério. O nome dessa profunda tristeza duradoura é depressão. A revista Veja informou que mais da metade das pessoas que cometeram suicídio sofriam de depressão. Depois, distribua caneta e papel e, com base na notícia publicada, peça que anotem, em três minutos, algumas causas dessa doença emocional tão grave. Em seguida, ouça os alunos sobre o que eles acham necessário para evitar ou se livrar da depressão. Essa interação propiciará uma ministração mais adequada, sabendo os pontos de vista dos alunos.
Texto bíblico
1 Reis 19.1-11
1          E Acabe fez saber a Jezabel tudo quanto Elias havia feito e como totalmente matara todos os profetas à espada.
2          Então, Jezabel mandou um mensageiro a Elias, a dizer-lhe: Assim me façam os deuses e outro tanto, se decerto amanhã a estas horas não puser a tua vida como a de um deles.
3          O que vendo ele, se levantou, e, para escapar com vida, se foi, e veio a Berseba, que é de Judá, e deixou ali o seu moço.
4          E ele se foi ao deserto, caminho de um dia, e veio, e se assentou debaixo de um zimbro; e pediu em seu ânimo a morte e disse: Já basta, ó SENHOR; toma agora a minha vida, pois não sou melhor do que meus pais.
5          E deitou-se e dormiu debaixo de um zimbro; e eis que, então, um anjo o tocou e lhe disse: Levanta-te e come.
6          E olhou, e eis que à sua cabeceira estava um pão cozido sobre as brasas e uma botija de água; e comeu, e bebeu, e tornou a deitar-se.
7          E o anjo do SENHOR tornou segunda vez, e o tocou, e disse: Levanta-te e come, porque mui comprido te será o caminho.
8          Levantou-se, pois, e comeu, e bebeu, e, com a força daquela comida, caminhou quarenta dias e quarenta noites até Horebe, o monte de Deus.
9          E ali entrou numa caverna e passou ali a noite; e eis que a palavra do SENHOR veio a ele e lhe disse: Que fazes aqui, Elias?
10        E ele disse: Tenho sido muito zeloso pelo SENHOR, Deus dos Exércitos, porque os filhos de Israel deixaram o teu concerto, derribaram os teus altares e mataram os teus profetas à espada; e eu fiquei só, e buscam a minha vida para ma tirarem.
11        E ele lhe disse: Sai para fora e põe-te neste monte perante a face do SENHOR. E eis que passava o SENHOR, como também um grande e forte vento, que fendia os montes e quebrava as penhas diante da face do SENHOR; porém o SENHOR não estava no vento; e, depois do vento, um terremoto; também o SENHOR não estava no terremoto;

COMENTÁRIO

INTRODUÇÃO
Nesta lição estudaremos a respeito da depressão, uma doença que tem assolado crentes e não crentes. Embora na atualidade, os casos de depressão tenham aumentado de forma alarmante, esta não é uma doença da modernidade, pois na Palavra de Deus já encontramos alguns homens que, embora fossem fiéis ao Senhor, tiveram de lutar contra essa enfermidade, como por exemplo, Elias e Davi.

I - A DOR INVISÍVEL
1. O que é a depressão? Depressão é uma dor aparentemente invisível e intensa que atinge a nossa alma. Segundo a psicóloga Sônia Pires Ramos, "popularmente, a depressão é uma palavra utilizada para explicar desde o mau humor até a dor pela perda de um ente querido".  Então, como podemos melhor defini-la?  De acordo com um conhecido médico "é uma doença psiquiátrica, crônica e recorrente, que produz uma alteração do humor caracterizada por uma tristeza profunda, sem fim, associada a sentimentos de dor, amargura, desencanto, desesperança, baixa autoestima e culpa, assim como distúrbios do sono e do apetite."
2. Alguns sintomas. Tristeza profunda, acessos de choro, irritação, insônia, perda do apetite ou compulsão alimentar são alguns dos sintomas. A depressão também afeta a autoestima, fazendo com que o doente perca o amor por si mesmo e o sentimento de mais-valia. O profeta Elias, depois de derrotar os profetas de Baal e ser ameaçado por Jezabel,  experimentou um período de dor e sofrimento na alma. Podemos ver que a autoestima dele foi afetada pela dor quando ele declarou que não era melhor que seus pais (1 Rs 19.4). A depressão não somente atinge a autoestima; ela também tira a alegria e a vontade de viver. Elias pediu a morte (1 Rs 19.4), desistindo da vida e do seu ministério.
3. Tratamento. A depressão é uma doença que precisa do acompanhamento de um médico psiquiatra e também de terapia. Às vezes é necessário também o uso de antidepressivos, mas somente o psiquiatra pode prescrever a melhor medicação. Porém, Deus tem poder para curar toda e qualquer enfermidade.

Pense
O crente pode ser acometido pela depressão?

Ponto Importante
Deus alcançou Elias no fundo de uma caverna. Ele vê e sabe a dor que enfrentamos na alma. 

II - A PSICOTERAPIA DE DEUS
1. O fortalecimento do corpo. Os sintomas da depressão são diversos e variam de acordo com cada indivíduo.  Porém a perda do apetite é um dos mais comuns e leva a pessoa ao enfraquecimento acentuado. Algumas pessoas precisam de internação para que sejam hidratadas e nutridas. A vontade de dormir também pode ser intensa, fazendo com que a pessoa passe a maior parte do tempo dormindo sem acordar para se alimentar. Por isso, no tratamento de Deus para com Elias um anjo tocou o profeta que estava dormindo e disse: "Levanta-te e come" (1 Rs 19.5). O anjo tocou Elias pela segunda vez dizendo: Levanta-te e come [...] (1 Rs 19.7). Sem a ajuda divina o profeta não teria forças para se erguer sozinho. A pessoa que sofre de depressão precisa igualmente da nossa ajuda, oração e carinho.
2. Verbalização do problema. Verbalizar aquilo que estamos sentindo é de suma importância para a cura. Por isso, o Senhor perguntou a Elias: "Que fazes aqui, Elias" (1 Rs 19.9)? Deus estava dando a oportunidade do profeta verbalizar, expressar toda a dor da sua alma.
3. Vida com propósito. Depois de tratar a alma do profeta, o Senhor fez Elias contemplar novamente o propósito do seu ministério. O Senhor disse: [...] "Vai, volta pelo teu caminho para o deserto de Damasco, vem e unge a Hazael rei sobre a Síria" (1 Rs 19.15). Depois de recuperar sua autoestima e motivação, Deus lhe outorgou uma nova missão. Elias foi curado pelo Senhor para depois prosseguir com o seu ministério.

Pense
O que levou o profeta Elias a desejar a morte? A depressão ou a falta de fé?

Ponto Importante
Depressão é uma doença que não tem nada a ver com fé.

III - O QUE PODE NOS AJUDAR A EVITAR A DEPRESSÃO
1. Conhecer a Deus. O fato de saber que o Pai nos ama e está sempre conosco nos ajuda a enfrentar as dificuldades da vida sem nos desesperarmos. Também traz alivio para a alma daqueles que já se encontram em tratamento.
2. Ler a Palavra de Deus. A Palavra de Deus penetra no íntimo do nosso ser.  Ela vai até as juntas e medulas trazendo à tona o que está em nosso íntimo.  A leitura bíblica é um bálsamo capaz de aliviar toda a dor: "Favo de mel são as palavras suaves: doces para a alma e saúde para os ossos" (Pv 16.24). Não há poço tão profundo que Deus não possa alcançar por intermédio de sua Palavra.
3. Viver em comunhão fraternal. A Igreja é como uma espécie de "comunidade terapêutica". A comunhão e o amor fraternal nos ajudam a enfrentar os momentos dificeis de abatimento e tristeza. Certa vez, Paulo afirmou que Deus consolou seu coração com a vinda de Tito  (2 Co 7.6). O coração abatido pode ser consolado por  uma amizade verdadeira.

Pense
O fato de conhecer a Deus e ter uma vida de oração pode nos livrar da depressão?

Ponto Importante
Deus pode curar a depressão, embora, às vezes, Ele faça isso por intermédio dos médicos!

SUBSÍDIO 1
"Não importa o quanto sua vida seja abençoada, se você vive neste planeta, acabará se deparando com um momento grave de dor ou sofrimento inesperado. 'Não ter sentido dor é não ter sido humano', diz um antigo provérbio judeu. Um choque maior é inevitável. Pode ser uma perda de emprego, uma doença física, um divórcio, um vício, uma traição, luto, desastre natural ou qualquer outra questão que cause sofrimento emocional. É claro, o que causa dor de partir o coração para algumas pessoas pode nem incomodar outras. Mas você pode ter certeza disto: Ninguém - nem uma única alma - é imune à dor.
Albert Einstein declarou: 'Ou sofremos na saúde ou sofremos na alma'. Alguns sofrem mais, outros sofrem menos, mas todos sofrem. Podemos expressar nossa angústia de modos diferentes, mas cada um de nós conhece a dor do sofrimento e da angústia, doença e desastre, provações e problemas. E cada um de nós sabe que são nesses momentos, quando nossos sonhos são frustrados, que precisamos da força que não estávamos cientes de ter" (PARROT,T, Les. Você é Mais Forte do que Pensa. 1.ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2014, p. 14).

SUBSÍDIO 2
"[...] em geral, mesmo que não seja óbvia nem aparente, há alguma causa psicológica na raiz da depressão. Além disso, também é importante reconhecer que as pessoas têm níveis diferentes de resistência ao sofrimento.
O entendimento de como as doenças se instalam no organismo ainda é, em certo sentido, um mistério para a ciência. E, no caso da depressão, esta questão é ainda mais difícil, pois trata-se de uma doença que está no limiar entre o físico e o mental.
Deprimido significa 'pressionado para baixo', sem liberdade normal. Muitas pessoas não acreditam que um crente possa ficar deprimido, afirmando que isso é falta de fé. Todavia, a Bíblia faz menção de diversos servos de Deus que experimentaram crises de depressão Moisés, Elias, Davi, Jeremias, Paulo e outros (1 Rs 19.4 ; Sl 42.4,5; 143.3,4).
Elias impôs uma humilhante derrota aos sacerdotes de Baal, mas não recebeu nenhuma homenagem, nenhum troféu. Em vez disso, viu-se sozinho quando a rainha Jezabel decretou a sua morte. Em um curtíssimo espaço de tempo, a sensação de vitória tornou-se em amarga depressão. Elias era um fiel servo de Deus, mas isso não impediu de em certo momento achar-se profundamente deprimido (2 Co 1.3,4a)" (GABY, Wagner Tadeu dos Santos. As Doenças do Século. 1.ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2013, p. 64,65).

CONCLUSÃO
Todos estão sujeitos ao sofrimento e as enfermidades. Somos limitados e muitas vezes não suportamos a perda de um ente querido, uma traição, a perda de bens materiais e adoecemos. Porém, temos um Deus que nos ama, que não nos abandona nos momentos difíceis e deseja nos curar.

HOra da rEViSãO

1.     O crente pode sofrer de depressão?
Sim. A Bíblia mostra que homens de Deus sofreram desse mal.
2.     Segundo um  conhecido médico, como podemos definir a depressão?
"É uma doença psiquiátrica, crônica e recorrente, que produz uma alteração do humor caracterizada por uma tristeza profunda, sem fim, associada a sentimentos de dor, amargura, desencanto, desesperança, baixa autoestima e culpa, assim como a distúrbios do sono e do apetite."
3.     Cite alguns sintomas da depressão?
Tristeza profunda, acessos de choro, irritação, insônia, perda do apetite ou compulsão alimentar são alguns dos sintomas.
4.     Por que Elias desejou a morte?
Porque ele estava sofrendo com a depressão.
5.     Como você pode ajudar uma pessoa que está enfrentando a depressão?
Resposta pessoal. Contudo, você poderá sugerir: orando, trazendo uma palavra de conforto, levando a pessoa ao especialista, etc.



Nenhum comentário:

Postar um comentário